Teacher on Demand

English Language Teaching in Brazilian settings

Lâmpadas e outras coisas


Você já se perguntou por que todas as impressoras que você comprou pararam de funcionar e ninguém encontra o defeito?

Já se questionou por que o seu aparelho de MP4 importado do oriente custou tão barato?

E por que se sente obrigado a comprar mais e mais, mesmo quando não precisa? Já se incomodou com essa sensação? Espero que sim.

A história ao redor desta lâmpada pode acentuar o desconforto. Trata-se da Lâmpada Centenária de Livermore, na Califórnia, EUA:

The Centennial Light Bulb

Abrigada em um galpão do corpo de bombeiros local, a lâmpada está acesa desde 1901, ou seja, é útil há mais de um século. A foto anterior foi registrada durante as comemorações de 110° aniversário pelo sistema de live cam que captura e publica fotos na internet a cada 30 segundos, de maneira que o mundo todo possa monitorar o funcionamento da lâmpada pelo endereço www.centennialbulb.org/cam.htm, em tempo real.

Desde que criaram o sistema de live cam, inúmeras câmeras utilizadas para captura e envio das imagens para a internet já foram descartadas e substituídas. A curta vida útil das webcams, em uma irônica comparação com a lâmpada, talvez indique que os processos industriais mais antigos resultavam em produtos mais resistentes e duráveis, e que a baixa durabilidade dos produtos atuais seja incidental – você pode pensar. Mas não é. A vida útil desses bens é previamente definida.

Isso se chama “obsolescência programada” e basicamente consiste em fabricar bens de consumo com tempo de vida útil reduzido, forçando o consumidor a descartar um produto e voltar à loja para comprar outro que o substitua. Trata-se de uma estratégia econômica adotada para manter mercados aquecidos depois da grande depressão de 1929, mas as consequências ambientais e sociais do consumo forçado não são nem um pouco desejáveis.

Com o vídeo abaixo, entenda como funciona a sociedade do consumo desenfreado e porque ele é considerado “a system in crisis“:

Dica: para ativar legendas, use o botão “cc” na barra inferior, mas só se for necessário! O filme dispõe de legendas em vários idiomas – inglês e português estão entre eles – bem como se apoia abundantemente em imagens para facilitar a sua compreensão. Procure assistir sem legendas primeiro. Depois, assista novamente com legendas em inglês e descubra que compreenderá muito mais. Talvez você nem precise usar legendas em português. Tente! Se o vídeo ativas as legendas em português automaticamente, você pode desativá-la ou mudar para inglês utilizando o botão “cc”.

Um sistema em crise: segundo o documentário "The Story of Stuff", o sistema linear da sociedade do consumo, que vai da extração de recursos naturais até o descarte de tudo o que compramos, acentua problemas sociais, provoca mais desigualdade, afeta a saúde das pessoas e causa graves problemas ambientais. A obsolescência programada acelera esse indesejável processo.

Explore mais:

Trabalhando com “The Story of Stuff” na sala de aula:

O documentário é extremamente didático ao discutir as consequências sociais e ambientais da cultura do consumo desenfreado, tanto pela clareza com que a apresentadora fala, quanto pela estrutura minuciosamente explicativa do roteiro, voltado para um público alvo leigo. Outro aspecto a favor: o suporte visual! As explicações são ilustradas constantemente com animações que auxiliam a compreensão.

Como nossos alunos precisam pensar sobre esse assunto, o TOD disponibiliza a seguinte atividade em inglês sobre “The Story of Stuff”:

Material para impressão:

Worksheet (2 pages) para o aluno: clique aqui para baixar o arquivo PDF.

Objetivos: discutir sobre as causas do impacto ambiental e social relacionadas ao comportamento de consumo e projetar mudanças de conduta que visem melhorar as condições de vida das pessoas. Para isso, são propostas 5 atividades de interpretação do documentário que devem exigir que o aluno explore o filme e instrumentalize algumas estratégias de compreensão oral e escrita. Pretende-se, também, que o aluno possa explorar o léxico específico e se torne capaz de fazer pesquisas adicionais sobre a temática, de maneira autônoma.

Dicas para o professor:

  1. Antes de apresentar o documentário ou sequer o tema aos seus aprendizes, forneça uma série de palavras-chave do texto (exemplos: natural resources, waste, consumption, forests, undrinkable water, environment, toxic chemicals, shop, consumer goods, trash, pollution, exploitation) e dê-lhes a chance de compará-las e prever o assunto da atividade.
  2. Exiba o documentário com o auxílio de um projetor ou deixe que os alunos assistam pela internet da maneira como achar mais conveniente (em computadores da escola, por exemplo). Caso não disponha de conexão à internet em sala de aula, é possível baixar o vídeo usando softwares gratuitos como o aTube Catcher, e armazená-lo em um pendrive, CD ou laptop para exibição offline.
  3. Considere a possibilidade de a primeira exibição ser feita sem legendas, para que os alunos possam ativar suas estratégias de compreensão específicas para esse gênero de filme. Após a primeira sessão, procure conversar com o grupo e verificar o que compreenderam. Use 2 minutos ao final desta conversa para descobrir, também, em que eles se apoiaram para entender. Língua? Imagem? Língua e imagem juntas? Outros apoios?
  4. Apresente o material impresso e permita que os alunos revejam o documentário. Lembre-se que a atividade 5 não prevê respostas específicas. Trata-se de um espaço em que os alunos poderão sistematizar anotações pessoais, que podem variar de leitura para leitura, para uma discussão posterior.
  5. Permita que os aprendizes se organizem em pares ou pequenos grupos de 3 pessoas.
  6. Ao final, conduza uma discussão com o grupo todo, projetem maneiras de contribuir para a sustentabilidade e a igualdade. Você pode solicitar um trabalho de pesquisa para que seus alunos tragam informação adicional para a sala de aula e as exponham (em apresentações orais ou cartazes).

Por favor, volte ao TOD e nos mostre um pouco dos resultados que alcançou!

Advertisements

September 23, 2011 Posted by | For students, Printable Material, Teaching resources, Workshop | , , , , | Leave a comment

   

%d bloggers like this: